Como dar a importância correta para seus problemas e derrotá-los com apenas um princípio

Como dar a importância correta para seus problemas e derrotá-los com apenas um princípio

Como dar a importância correta para seus problemas e derrotá-los com apenas um princípio 900 675 Ouro Moderno

Você e eu não somos perfeitos, essa é a primeira afirmação que faço aqui. Agora é a sua vez, repita comigo: “Não sou perfeito”. Certo, já temos algo em comum e extremamente verdadeiro.

Neste artigo, quero resolver com você todos os seus problemas, ou melhor, dar a importância que realmente eles têm. Um dia desses, um licenciado me ligou. Era início de um novo ano. Nós havíamos conversado no final de dezembro, e ele estava empolgadíssimo. No entanto, nessa ligação, ele mostrou-se desanimado. Então, perguntei o que havia ocorrido e ele me contou que no primeiro dia útil do mês havia perdido a melhor funcionária da empresa, a gerente. Foi exatamente assim que disse.

De imediato, lembrei-me de Dale Carnnigie, autor de “Como fazer amigos e influenciar pessoas”, entre outros grandes best sellers. Tal lembrança refere-se a uma pergunta que você deve fazer quando ocorrer um problema e como ela pode medir o tamanho da situação em que se encontra. Então, fiz o questionamento ao meu licenciado.
O QUE DE PIOR PODE TE ACONTECER?

Exatamente essa pergunta. Ok! Você perdeu sua melhor funcionária, mas agora reflita: o que de pior pode te acontecer? Ter que abrir um processo de seleção? Você se dedicar a treinar outra pessoa? Pior que isso não vai acontecer. Mas olhe a oportunidade que ele estava recebendo. Primeiramente, ele daria uma chance para alguém que estaria precisando trabalhar, que seria grato a ele e que talvez pudesse até trazer ideias novas para a escola. Além disso, também poderia aproveitar para melhorar algum processo para corrigir algum vício que a funcionária antiga poderia ter e que ele gostaria de mudar. Então, fiz a última pergunta e disse: “você havia dito que fez um planejamento em que dobraria seu faturamento em seis meses, com a gerente atual, você aumentou o faturamento do semestre passado? Quem sabe a mudança seja justamente para você conseguir atingir sua meta.”

Essa pergunta pode ser utilizada em várias situações, tais como: perder uma venda, ter uma conta para pagar e não estar conseguindo, atrasar-se indo para o aeroporto, entre outras situações. Por isso, faça a pergunta “O que de pior pode me acontecer?

Bom, se não resolver, pensemos de outra forma: se hoje fosse seu último dia nesta terra, exatamente isso, caso hoje fosse o dia em que seus pés ficarão juntos pela eternidade, qual seria o tamanho desse problema? Falar para você viver este dia como se fosse o último é um clichê, até que isso torna-se realidade, aí será tarde. O que este problema vaai influenciar na sua vida daqui a cinco anos, será que vale a pena ficar pensando nele?

Um segredo para o sucesso é que vencedores não ficam pensando no problema, eles vão atrás da solução. Tem uma conta para pagar e não tem dinheiro? Pense como conseguir o valor e trabalhe para isso, não conseguiu? O que de pior pode acontecer? Se fosse teu último dia, o que essa conta teria de valor para este momento?

Tudo é como tem que ser e nada vai mudar isso. Seja um rio que corre para o mar desviando dos problemas, seguindo sempre em frente. Seja mais carinhoso com você, permita-se errar, até porque você se gosta e damos carinho às pessoas que amamos.

Espero ter contribuído.

Um grande abraço!

1 comentário
  • Verdades importantes, precisamos s a cada dia ter mais resiliência. Parabéns ao Fabiano (que sou fã) e a equipe Ouro Moderno

Comente

Conecte-se à

Ouro Moderno

Matriz – Montenegro/RS

Horário de funcionamento : 08:00 – 18:00
Endereço : Rua João Pessoa, 1918 – Salas 17,18 e 19 Centro
Fone : (51) 3057 2333
Financeiro : financeiro@ouromoderno.com.br
Suporte : suporte@ouromoderno.com.br
Comercial : comercial@ouromoderno.com.br